7 de novembro de 2009

"Bom senso Quae Sera Tamen"

Sempre falo em sala de aula da importância do exercício da flexibilidade tanto para fazer arquitetura como na nossa vida. É o lance de deixar muitas vêzes de lado nossas convicções estéticas, nossos valores,nossas verdades, nossos conceitos , para dar uma voltinha no universo do outro ,procurar observar e entender seus anseios. No caso, o outro é o nosso cliente , aquele que irá usufruir e viver no espaço que projetaremos ( para ele), e porisso mesmo se sentindo no pleno direito de interferir no nosso trabalho.
Difícil, não? Inquietante até. Muitos alunos não conseguem resolver em suas cabeças o impasse , seja pela imaturidade que os autoriza a valorizar somente suas idéias e seus achares , seja pela natureza de alguns de nós , cujo exercício de se colocar no lugar do outro é uma missão pra lá de impossível e até - para muitos - humilhante : "- Professora, mas e se o cliente for brega? Eu que não vou falar que a obra é minha!!!"Reação natural . Falamos de seres humanos e toda sua complexidade. Ser humano que leva tempo para se descobrir e se respeitar e , na sequência, respeitar o outro, ser humano que se torna invasivo facilmente - sobretudo com poder - material ou intelectual.
O importante é perceber e assimilar que a batalha maior entre o quê se tem, o quê se quer e o quê se pode fazer é mais íntima do que contra qualquer ser humano. É a disputa sangrenta entre aquilo que realmente pensamos e aquilo que a sociedade pensa e nos contamina. E o resultado dessa briga interior se chamará decisão . Ou escolha. O que não quer dizer acerto ou sucesso.
Mas isso já é outro papo , para outro dia.

Beijos, lindos e lindas. Que venha a chuva para nos refrescar!!!!!


10 comentários:

Jonice disse...

É porque o mapa não é
o território, né Kikote.
Boa semana, querida!
Beijo :)

Barbara disse...

Flexibilidade me lembra a força do bambu e também de um antigo conhecido que uma vez me disse que os flexíveis vivem melhor.
Tá certa sim.

Jens disse...

Puxa, tudo tão limpinho e arrumadinho por aqui, inclusive no âmbito das idéias.
Parabéns!
(Apesar d´eu sentir falta de uma certa desarrumação no mobiliário existencial, sujeirinhas ocultas nos cantos do pensamento e, claro, uma certa irreverência verbal.
Liga não, você é uma mulher sensível e elegante. E eu sou apenas um rapaz campeiro - um bagual dos pampas nascido num galpão. Ou seja, um bronco).

Beijo.

Eliane Mariah Lemos disse...

Olá que tal Chica!!!!

Cris, agora que estou em um outro Brasil do Brasil,Santa Vitória do Palmar é quase isto, porem tem um estilo urbano muy especial,mas esta coisa da autoria da obra é bem mais digno dizer que o projeto que se fez é o projeto do cliente, no cinema tambem é assim as vezes a gente faz alguns trabalhos que dá vontade de dizer que nem conhece ninguem da equipe, mas La Nave vá, a arte da Diplomacia, bjhs linda e boa semana. Eliane

DO disse...

O problema é que,atualmente,respeito é algo que está cada vez menos em moda,Cris.
Mas gostei da sua abordagem.

Beijos!

Lola disse...

MINHA FOFA...

COMO É BOM TER VOCÊ DE VOLTA! VOCÊ FAZ MUITA FALTA... SABIA??? :)

QUANTO A SUA POSTAGEM, ADORO DECORAÇÃO, COMO VOCÊ JÁ CONVERSOU COMIGO SOBRE ISSO, SABE DISSO. ÀS VEZES ME PEGO FALANDO MAL DE ALGO QUE VI E MEDINDO O TAMANHO DO QUE "EU" ACHO MAU GOSTO. PORÉM, HOJE EM DIA ESTOU PARANDO E PENSANDO UM POUCO, TALVEZ SEJA FEIO MESMO, SEJA DE MAU GOSTO, EU NÃO GOSTE, MAS, NÃO SOMOS IGUAIS, SOMOS SERES TOTALMENTE DIFERENTES, ALGUNS SEGUEM TENDÊNCIAS E OUTROS NÃO... O QUE SERÁ MAU GOSTO PARA MIM, TALVEZ NÃO SEJA PARA O OUTRO. ENTÃO, PONDERO, E, GERALMENTE, SOLTO MINHA FRASE:_ QUER SABER, SE ELE GOSTA E SE SENTE BEM, QUEM SOU EU PARA JULGAR?
CADA UM TEM SEU GOSTO, ROTULAR O QUE É BONITO E O QUE É TENDÊNCIA É UMA ATITUDE DA SOCIEDADE, MAS, NÃO QUER DIZER QUE DEVA SER SEGUIDA POR TODOS. MUDO DE IDÉIAS TANTAS VEZES... HOJE COSTUMO DIZER QUE NÃO FALO MAIS QUE NÃO GOSTO OU QUE ACHO FEIO, DIGO QUE NÃO ESTOU NESSA FASE,RSSS...

QUANTO A ASSINAR UM TRABALHO, EXISTE FAZER UM TRABALHO E EXISTE PASSAR PARA O PAPEL O QUE A OUTRA PESSOA QUER FAZER. NESTE CASO, NÃO SERIA UM TRABALHO FEITO POR MIM, MAS, COLOCADO EM PRÁTICA,RSSS... GOSTOU DA SAÍDA?

BEIJOS, MINHA LINDA!!!

dade amorim disse...

Cris querida, se eu morasse perto de você ia pedir umas aulinhas. Um post sábio.
Beijo beijo pra você.

Georgia disse...

Cris, tudo bem?

te entendo perfeitamente. Aqui percebo muito que decoracao é algo também regional e tradicional. Quando vamos à Bavária percebemos as decoracoes rústicas puxadas para madeira. Umas bonitas de fino bom gosto, outras bem grossas. Para o meu lado, as decoracoes sao mais modernas e finas. Quando alguém da bavária vem para esses lados, diz que nossas decoracoes sao frias e nós os chamamos de rústicos. Nao sei se é questao de gosto, tradicoes ou cultura...

Um beijo grande

Marcelo F. Carvalho disse...

Decisões difíceis, Cris!
E o poder intelectual, quando arrogante, é uma m. de reverter!
Ótimo post.

Sandra disse...

BOM DIA!
Vim lhe convidar, para brindarmos juntos na festa surpresa que a Curiosa preparou para o nosso Querido a amigo João.
A champanhe já está gelando e bolo ficou uma delicia.
Venha para cá...Vamos brindar mais esta alegria em companhia do João!!!
Agora vou, tenho muitos para convidar..