29 de janeiro de 2009

SIMILARIDADES POLÊMICAS



Semana passada estive numa palestra para conhecer melhor o perfil do aluno universitário, maneiras de compreendê-lo mais , formas de lidar satisfatoriamente com ele , aprimorar a comunicação professor/aluno.
Uma psicóloga pilotou o assunto. De cara percebí que a sinceridade exagerada, objetivando angariar simpatias , pode ser um tiro no pé: apesar de madura, a profissional dizia estar... tremendo diante de uma platéia tão seleta ! " - Falar para voces é um enorme desafio." Reiterou uma, duas , tres , quatro vezes. O desafio foi apagar a impressão que ela deixou: insegurança, inexperiência, alguma superficialidade.
Não foi difícil entender e absorver os pontos levantados do jovem aluno em fase de conflito pós adolescência : muita culpa por buscar sua própria individualidade, algum afastamento ou exagero social , necessidade de intelectualizar as questões da vida,conflitos religiosos, erotização exarcebada, contestação, excentricidades. Normal. Tudo isso também faz parte do jeito envelhescente de ser .O que pegou mesmo, foi a linda começar a falar da vida dupla que a maioria da moçada leva: real e virtual.
Parecendo nada experiente em assuntos "internéticos", inflamou-se :” – O professor tem que procurar fazer o papel de herói(???!!!) para esses jovens que parecem estar perdidos, conseguem ser outras pessoas quando estão falando diante do computador com desconhecidos , generalizou. Tímidos passam a ousar, gente verdadeira passa a mentir - buscando caminhos de interação e aceitação -, homem transfigura-se em mulher e vice e versa, rico se passa por pobre e pobre se veste de “boyzinho" classe média. Precisamos enfrentar essa realidade assustadora e buscar o motivo pelo qual esses jovens estão experimentando afeto com pessoas distantes , ao invés de enfrentar e conviver em sua comunidade real, com todas as desigualdades e desafios sociais..."
Nesse momento parei. E se eu disesse a ela que tinha um blog interativo , com a participação de amigos reais e virtuais dedicados , os quais adoro e procuro retribuir com meu afeto?
Aí, sim, talvez ela não parasse mais de tremer...
_________________________________________________

Dias corridos e cheios , apesar de tanta chuva. O ano ainda não engrenou para a construção civil. Parece que temos que compensar em janeiro aqueles 15 dias morgados de dezembro , quando nada andou . Via de regra os profissionais da área (sobre)vivem em janeiro dos restos de projetos e obras "obsessores" do ano que passou.
Normal. Março vem aí!!!!
_________________________________________________
Beijos e cheiros, queridos ! E um fim de semana de sol!!!

41 comentários:

Edu e Mau disse...

Mata a véia!!! :-)

Georgia disse...

POis é, é que ela nao te conhece Cris.
Tô com a minha turma toda por aqui dodói a semana inteira e hoje os 3 estavam no médico e além do antibiótico que protelei até agora, nao posso mais fugir senao eles pioram. Estamos todos na cama, juntinhos, com febre e tosse, mas regadinhos de amor, rs.

Um beijo e bom fim de semana

Jonice disse...

PNL nela!

Bom fimdi, querida :)

Bacci

adelaide amorim disse...

Pessoa mais fora de época, né não, Cris? Se ela conhecesse a gente, talvez começasse a pensar antes de falar (que auto-estima elevada!:)
Tou voltando à blogarada toda, minha linda.
Beijo beijo pra você.

valter ferraz disse...

Cris,
pessoas falam do que não conhecem, daí generalizam. E a internet causa um certo frisson no povo. Tem os deslumbrados, tem mentirosos, um pouco de tudo.
Agora, profissional que treme na hora de encarar o público, precisa trocar de papel. Voltar pros bancos escolares, fazer um treinamento, por aí.
Beijo, menina

Lola disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lola disse...

Oi, minha linda,

Estou passando correndo!

Perdoe-me por vir avisá-la no último dia, mas só hoje tive tempo de postar, estou fazendo isso de madrugada. Tem um carinho para você lá em casa, mas só vale até o dia 31, ou seja, hoje.

Mas meu carinho por você continua aumentando cada vez mais!

Beijão.

Cadinho RoCo disse...

Com todo respeito à psicologia e sem querer generalizar, confesso minha resistência a psicólogos(as) que insistem e analisar de maneira pra lá de artificial o que de fato desconhecem. É um festival de lugares comuns a atingirem partes sensíveis do nosso agir com respaldo nenhum, o que denota irresponsabilidade. Tenho preguiça dessa gente.
Cadinho RoCo

Janaina Amado disse...

Olá, Cris! De volta aos blogs, passei aqui neste seu belo espaço para lhe deixar um abraço.
Li seu post - esta psicóloga não tá com nada mesmo! Abração.

Cris disse...

Oi, Dú e Mau,

Qual delas???

Cris disse...

Georgia:

Muito fofa tua cena e olha, que ninguém nos ouça: me deu vontade de estar entre essa turminha , mesmo que doentinha também.

Beijo em cada um, linda.

Cris disse...

Joquita...

Tecla sap na sigla, please...

beijo, querida.

Cris disse...

Adelaide...

Tua volta é sempre uma grande notícia. Adoro.

Beijus.

Cris disse...

Oi, Valter,

É lindo,voce tem razão. A mania humana de generalizar é uma doença, só tratada com muita informação e boa vontade ( mais um braço do amor ).

Beijão, querido .

Cris disse...

Lola,

Lindíssima:

Até ví ontem, mas foi impossível te atender. Estou com primos paulistanos em casa ( todos na faixa de 20 anos ) e meu tempo , que já é um problema crônico, teve um colapso...

Beijão, querida.Muito carinho por voce também.

Cris disse...

Cadinho...

Em todas as áreas profissionais temos os radicais. Não foi rima de propósito, mas é verdadeira.

Beijo, queridão.

Cris disse...

Janaina...

Bom que voce voltou.
A linda não está com nada, não. Mas como nada é perdido na vida, serviu pra gente conversar aquí...

Beijão, garota linda.

Jonice disse...

Programação Neuro-Linguística.

:)

Aninha Pontes disse...

Cris minha linda, como é que uma profissional ainda fica de fora do mundo em que vivemos? Toatalmente fora da realidade?
Diga a ela, que criamos um mundo maravilhoso em torno da net e por causa dela.
Criamos um círculo de amizades sinceras, que nos faz querer estar ativos o tempo todo. O carinho que descobrimos sentir uns pelos outros é muito sincero, e já não ficamos sem ele.

Meu beijo e meu carinho procê.
Uma linda semana

Cris disse...

Joquita...

Esclarecido e anotado.

Obrigada, querida. Ótima semana proce.

Beijão

Cris disse...

Aninha,

Pensei nisso que vc falou enquanto ela falava. Sabia que percebí um tanto de preconceito nisso? Analisar e dar um veredicto sem conhecer o assunto com alguma profundidade é fatal...
Enquanto isso, "vamo que vamo"!

Beijão, lindinha.

O Profeta disse...

A terra adormece no nevoeiro
Tenho a pressa do vento
Um coração errante procura
A doçura de terno momento

Frágil e palpitante luz
A beleza voa com a manhã
O mar solta na terra ternos murmúrios
Perde-se na espuma toda a palavra vã


Dança comigo ao som da Lira


Boa semana


Mágico beijo

jorginho da hora disse...

Menina, as pessoas tendem a maximizar essas coisas na hora de analiza-las.

Mil beijos!

Cris disse...

Oi, Profeta poeta,

De novo, tudo ficou perfumado por aquí.

Obrigada pela visita.
Beijinho.

Cris disse...

Oi, Jorgito...

Sabia que eu detesto gente com mania de ensinar??? É o caso dessa linda!..

beijão, morcegão.

Marcelo F. Carvalho disse...

É o Olho-do-furacão pelo qual passamos. Muitos acham isso ruim, mas é só porque a novidade (e a revolução) assustam pra cacete.
Internet é algo ruim? E televisão e livros mal direcionados também não são? E professores que estereotipam qualquer coisa?
Este post foi dez, Cris!
Abraço forte!

Dora disse...

Cris. Uma psicóloga um tanto insegura, como você percebeu, me deixa preocupada...rs Ela deveria ser mais bem informada, realmente, sobre o mundo "virtual". É uma interação tão válida, quanto a real. Nós sabemos disso. E os pós-adolescentes também sabem. Há exceções, em toda regra, mas, ela generalizou, né?
E por falar em interação, como vai você, moça trabalhadeira? rs
Beijos, que você merece.
Dora

Márcia(clarinha) disse...

Preconceito com o que não conhece, isso é o que demonstrou essa profissional, mal informada e insegura.

lindo dia flor
beijos

claudia pit disse...

Cris, desculpe meu sumiço, meus filhos ainda estão de férias e o tempo fica 'corrido' demais!
Mas vim agradecer seu carinho e dizer que fico muito feliz qnd vejo que vc esteve em meu blog.
bjos e boa semana
Cláudia Pit

Serena Flor disse...

Olha, estava tentando achar palavras para o meu comentário, mas depois de ler o que o meu querido amigo Cadinho escreveu, fechei com ele....rsrsrs
Ele disse tudo! Eles falam de coisas sem o conhecimento profundo e acaba, generalizando tudo e todos!
Um grande beijo minha querida e ótima tarde pra você!

Cris disse...

Dora, super querida,

Um leão por dia deixou de ser o parâmetro de sobrevivência empresarial...Estou quase no terceiro/dia...

beijão, linda.

Cris disse...

Marcia Clarinha Luz do Garimpo...

O pior de tudo é que teve gente que até acreditou!!!

Beijo, menina.

Cris disse...

Professor Marcelo...

Ganhar um dez teu é muita honra.

O ambiente acadêmico precisa respirar novos ares!!!

beijo, querido

Cris disse...

Claudinha, minha amiga...

Não desculpo, mas te compreendo, linda, fique sossegada.

beijão, lindinha.

Cris disse...

Serena...

Voce reparou a unanimidade dos comentários???

Beijo, querida.

Adelino disse...

Cris, é um tema polêmico o tratado pela psicóloga.

Eu não vi pesquisas, mas acredito que entre os mais jovens exista sim a tendência a passarem por quem não são: homem é mulher, mulher é homem, rico de bens materiais é pobre e vice-versa, enfim, a falsidade ou mentira. Agora sim: talvez o percentual dos que agem dessa forma esteja em 70% dos jovens (veja que não estou generalizando).

Pelo outro lado da questão, acredito que 90% dos mais velhos, mais maduros ajam corretamente ou seja mostram-se - dentro dos limites, claro - como são na realidade.
Como vê o problema existe, óbvio, mas tem seus pesos do tocante ao que é certo ou errado. Não sei se deu pra entender.
Resumindo: NÃO GENERALIZAR JAMAIS. As próprias pesquisas não generalizam. Não é porque a maioria pensa de determinado forma que qualquer indivíduo abordado pense também.

Ainda há pouco disse para uma pessoa de casa, que impressiona-me muito o alto nível das pessoas com as quais me relaciono nos blogs meus favoritos. Um exemplo é este, o CRIS, que conheci recentemente.

Quanto à psicológa acho que o seu comentário foi calcado mais no procedimento dela do que nas ideias, quando ela generalizou e por isso errou feio.

Um abraço fraterno. Feliz quinta-feira.

Cris disse...

Adelino...

O tema é polêmico, sim, porisso não o aprofundei. Foquei apenas pelo lado radical da psicóloga.Entre os jovens a mentira é uma brincadeira irresponsável, mas quantos da nossa geração não estão brincando na rede com sentimentos alheios???

beijo, meu amigo.

Lola disse...

Vamos dizer que ela não está 100% errada :). Ela errou quando mencionou só os "adolescentes"! afinal, nós já passamos dessa fase, ou não? rsss...
Agora, falando sério, é normal, qualquer pessoa conseguir vencer os bloqueios e "se soltar" quando não está sendo identificado. Isso não seria diferente com um adolescente, principalmente com ele, que está em fase de transição e descoberta. O que não é normal, é a pessoa só conseguir viver assim, também tem de sair e ter uma vida social. Geralmente, os adolescentes passam pela fase da vida virtual, depois enchem, voltam ao convívio com outras pessoas e aprendem a dosar o mundo virtual. O que eles precisam é ter alguém que os direcionem e os ajudem.

Agora, ela conhece mesmo algum adolescente? Todas as fases que ela colocou ali, geralmente, são normais na travessia da adolescência, é a fase da transição, dúvida, aceitação, crescimento, descoberta, etc... Olha que dá trabalho!

Pareceu-me que ela precisa de um pouco de ajuda para lidar com adolescentes e net juntos... Será que foi escolhida a pessoa certa para essa palestra?

Bom, não quero questionar a capacidade de um profissional apenas por uma palestra, todos temos um dia em que falamos algo que não deveria ser falado naquele momento.

Beijão!!!

PS: Se falei besteira, ignore, estou um pouco sonolenta e com o raciocínio lento!

Cris disse...

Lola, a linda:

Claro que vc não falou besteira, apenas foi ponderada, ora.

Beijão, querida carinhosa.

Grace Olsson disse...

CRIS, EU VOU-TE SER SINCERA:

Muitos do ultimos desafios da minah vida, eu tenho superado com apoio de quem nunca vi na vida, sabe?Pessoas que apenas vejo através de escritos e rabiscos.
meu marido vive dizendo isso...que sou apegada aos amigos virtuais.Mas é que estes têm, na medida do possivel, sabido me entender melhor do que quem me vê face to face diariamente.
Beijos e dais felizes.Oblog ficou lindo.Parabésn

Cris disse...

Obrigada, Grace , pelo carinho, pela atenção.

Também adoro meus amigos virtuais, acho que pessoas como nós tem disponibilidade de amar em vários formatos. deve ser isso.

beijão.