29 de novembro de 2008

Caminho



Hoje acordei com a palavra caminho na cabeça. Talvez porque ontem à tarde fiz uma pausa no trabalho para receber meu amigo ( vamos combinar , o nome dele é Ben, que poderia ser Bem também ), que ainda luta para “acordar” seu lado direito após o AVC . O lado esquerdo está aquecido, como sempre. Acordei assim talvez porque eu ainda me sinta capaz de traçar o meu caminho , não só esperar esse imenso pincel cósmico aí da imagem .Ou ainda por estar no meio dele.
O encontro com Ben nunca é simplesmente um encontro. Há partilha, mistura, somatória, diversão. Ontem falamos sobre a vida, sobre a fé, sobre o Cristo , como ele se refere, sobre as escolhas e sobre as chances de evolução , que ao nosso espírito são oferecidas a cada vida .
"- A vida é curta demais para liquidar a fatura de uma vez só, Cris ! ".
Falamos dos grandes desafios : aceitar o que não está apenas nas nossas mãos , lidar com a vaidade , com o orgulho , tão humanos ; Falamos do auto conhecimento e da dura prova que é decidir resgatar o que não foi feito – ou sentido – na juventude, quando havia mais fôlego, menos medo, alguma irresponsabilidade. Falamos de afetos, do amor e seus vários formatos , os quais somente agora começamos a perceber. Falamos da solidão. Rimos muito. Rimos da minha vida louca , do meu jeitão , da minha crônica falta de tempo . Na verdade rimos e choramos muito entre um delicioso café com canela e um bolo caseiro , que só foi possível porque mandei buscar.

Um fim de semana bacana pra todo mundo .

Cheiros e beijos. E amor.

25 comentários:

acqua disse...

A vida pra mim é um oasis de curiosidades e prazeres que se renovam e se reinventam e isso é mágico e poético. Nossa, fiquei com fome agora, mas não fome de comer, e sim de momentos... Beijos meus e bom fim de semana

Jacinta Dantas disse...

Que bom quando nos permitimos esses momentos. Mais que encontrar o outro, é também um encontro com a gente mesmo. Às vezes, revisitar o que fomos, atualiza o que somos.
Beijos

Yvonne disse...

Cris, nada é melhor do que ter amigos e compartilhar um monte de coisas que podem ser besteiras ou não. Beijocas lindona

Jonice disse...

Conversar, rir e chorar com o Ben é um bem enooooorme que vocês dois construiram e agora desfrutam.

Beijos :)

Aninha Pontes disse...

Poder conversar, brincar e não querer entender os mistérios da vida, e tendo ao lado alguém como o seu Ben, que poderia sim ser o bem, já é algo para se agradecer, e pensar que a vida nos dá tanta coisa boa.
Basta saber ver e aproveitar.
Bons amigos é algo inexplicável, que chega, muitas vezes quando nem estamos esperando.
Mas é bom! É muito bom!.
Beijos linda.

Cris, vc mora em S Paulo?

Aninha Pontes disse...

Cris minha linda, bom dia!
Conheço Marília sim. O bem tinha parentes aí na cidade, mas há muito tempo, deve até ter alguém ainda, os descendentes talvez.
Eu sou do interior também.
De uma pequena cidade ao lado de Pres Prudente.
A minha pergunta, é porque vamos ter um encontro de alguns blogueiros num bar em Sampa, dia 29/12.
Gostaria de muito de te-la por lá, para te dar o abraço que deixo sempre aqui.
Um beijo meu bem.

Cris disse...

Lunna

Essa fome não tem fim . E só engorda o coração.

Beijos.

Cris disse...

Jacinta,

Os amigos íntimos que conseguimos conquistar tê essa capacidade de nos revisar.

Beijão.

Cris disse...

Yvonne..

Espero que o astral tenha melhorado, viu? O sorrizão e a energia boa fazem parte de você.

Beijo, querida.

Cris disse...

Joca...

Você mais que ninguém sabe e acompanha também essa história, não é?

Beijocas

Cris disse...

Aninha...

Já falei sobre o encontro no teu sítio. Put´s , tomara que dê certo.

Obrigada e beijão, querida.

Janaina Amado disse...

Comovente este seu texto, Cris.
Beijo

Edu e Mau disse...

Comovente mesmo! Deve ter sido emocionante de verdade esse tempo com o Ben - e que bom que ele é tão sereno. Não sei se (ainda) acredito em reencarnação com fins de resgate, mas espero que algum bom motivo para as mazelas todas deste mundo exista. Afinal, a partir de hoje valem as novas regras para SAC e se Deus não me atender direito, vou ao PROCON!

Lola disse...

Oi, linda,
Passando rapidinho, como sempre.
Pareceu-me que o papo foi ótimo, deu vontade de estar lá, compartilhar desse momento... E o café... o bolo... uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuummmmmmmmmm...

Beijão, "enorme de grande" ... :)

Cris disse...

Janaína..

A emoção está em cada um de nós . As palavras deixam a bichinha escapar, apenas isso.

Beijo por tamanha emoção.

Cris disse...

rsrsr..

Deus deve estar com uma lista enorme de reclamantes, Dú, afinal, não percebemos tudo .

Beijo, lindo. Estou torcendo para uma nova vida melhor ainda em felicidade, tá bom?

Beijo

Cris disse...

Lola..

Ainda vamos fazer acontecer esse papo ao vivo. Rio ou SP???

Beijo, querida.

Tony disse...

To precisando de uma conversa EXATAMENTE como essa, com esses assuntos... muito tempo que nao passo por aqui, beijos!

Bia Pontes disse...

Conversa da melhor qualidade. Com certeza, amigo da melhor qualidade. Me senti quase ali, ouvindo e talvez, dizendo alguma coisa também.
beijo Cris, e parabéns pelo cultivo de uma amizade neste nível.

jorginho da hora disse...

DEUS SEJA LOUVADO! ALELUIA! SEU AMIGO BEM ESTÁ BEM.
tAMBEM ANDO REFLETINDO BASTANTE SOBRE MINHA VIDA, MEUS CAMINHOS, ETC. qUE BOM A GENTE TER ALGUEM PRÁ CONVERSAR SOBRE ESSAS COISAS, NÉ?

bEIJÃO CRIS!

Cadinho RoCo disse...

Muito bom estar em encontros como este porque isso faz parte da vida e, infelizmente, andam meio rareados.
Cadinho RoCo

Cris disse...

Tony...

Que bom te ver aquí, garoto, você nem imagina! Precisamos dessas conversas sim , de preferência com gente especial.

beijão, lindo.

Cris disse...

Oi, Bia...

Temos o que cultivamos e merecemos, não é? Mas este amigo é mais que isso , é uma oferta da vida que eu nem sabia merecer.

Beijo, querida

Cris disse...

Jorgito..

Essas questões são mais insistentes na maturidade , sabia?

beijo, querido

Cris disse...

Cadinho...

Pena, mas você tem razão quanto`a raridade dessas conversas. Parece que vivemos hoje na casca,no superficial , temos medo de adentrar...

beijo, querido.