11 de outubro de 2008

Flor em pele


-Eu Quero!
-Não, esse brinquedo é meu!
-Me dá!Eu queeeroooo!!!!!
-Não! Você tem um monte de brinquedo.Eu só tenho esse.E você quebra tudo que te dou.
-Buááááá´!!!!!!!!!Paiêêêêê!!!!!!
-Por que está chorando, lindinha?Oh! meu amor , espera... Ô! você que é boazinha,que entende mais , dá pra ela teu brinquedo, pô.Vamos, não seja egoísta , assim ela pára de chorar .Assim , que bela criança você é. Porisso gosto de você. Te amo, viu?

Assim começa toda a encrenca .Na infância e, se calhar, por toda a vida. Bonzinhos são sempre pressionados a atender `as vontades dos pentelhos egoístas. Bonzinhos sofrem por não conseguirem mandar os ditos à merda . Ou dizerem "- Não quero!". São dos bonzinhos a maioria das dores do mundo,a solidão,a melancolia,a gastrite. Em contrapartida conquistam a aceitação geral e irrestrita.Não incondicional. Nem pelos argumentos, talento ou alguma outra habilidade ; Mas pelo ato de ceder.
Elogios , bons rótulos, sorrisos, afagos. Para as crianças a bondade é o grande passaporte do amor.

E assim acontece um acordo tácito entre a criança boazinha e o mundo . Ela permitirá que a sociedade estupre sua alma "gente fina" e incomodará essa mesma sociedade - e na mesma proporção - com a sua bondade , seu vitimismo, sua carência , sua dor indigesta. Com muita dificuldade dirá ou fará algo genuinamente ; Mesmo quando desejar, sonhar ou acreditar . Ela vai atribuir a culpa ao mundo, por tratar-se tão mal , melhor que sentir na pele essa mesma bendita culpa cada vez que semear o amor dentro de sí. Por falar nele, o amor, ela irá procurá - lo nos egoístas, de preferência . Nos audazes caçadores de "sins" e nos egocêntricos pródigos em "nãos" , pois essa é uma das maneiras de viver perpetuando em gozo todas as deliciosas oportunidades que tiver para o exercício da sua extrema e valorizada bondade.

Chupem essa manga, pessoal.

°°° Texto elaborado a partir da literatura do Dr. Gikovate acerca dos egoístas , generosos e justos e da minha própria pele.

Fim de semana dos melhores, gente querida.

Beijos, abraços e cheiros no cangote .

40 comentários:

Aninha Pontes disse...

Cris, que post belíssimo.
Li, amei.
Só que agora não vou comentar, já não enxergo direito, e não quero fazer um comentário superficial.
Amanhã cedino, estou de volta.
Aí sim vou falar sobre o post, do jeito que eu gosto.
Snhe com os anjos.
Durma bem.
Beijinhos

Roberta.rj disse...

Bom dia Cris!!!
Belíssimo post. Sabe esse é o meu principal foco nas sessões de terapia. Deixar de ser tão boazinha, de amar incondicionalmente e não facilitar com isso a vida dos egoístas. Me identifiquei muito com tudo no post, desde a fase da criança que sempre tinha que ceder pq é "BOAZINHA" até ao que isso pode nos causar na vida adulta. E se vc se inspirou no Dr Flávio Gikovate,vc está no caminho certo, ele é ótimo.
Um beijo e bom fim de semana pra vc.
ROBERTA

Roy Frenkiel disse...

Fiquei na duvida quem seria a crianca egoista, hehehe.

bjx

RF

CRIS disse...

Aninha querida ...volta, volta!! Obrigada mesmo pela seriedade e comprometimento nos comentários. Sou assim também .

Te espero, garota.

CRIS disse...

Roberta...

Daquí a pouco vou te visitar.

Olha, linda, penso que o problema não é ser bonzinho , algumas pessoas são genuinamente generosas. O problema está no estupro.

beijão e fique por aquí..

CRIS disse...

Rpyzito, lindito...

Ficou na dúvida, lindo? Eu vivo nela!. Agora sério: a criança egoísta é mais uma que me habita, entre tantas. E um segredo : ela não larga da generosa! rsrsrs..

beijão, querido.

Jonice disse...

E depois dá-lhe trabalhar para reconstruir a auto-estima que nos quebraram aqui, perfuraram alí, amassaram acolá, né Kikote.
Que jeito belíssimo de escrever sobre o assunto, querida!

Beijo

CRIS disse...

Oi, Joquinha...

Os estupros , né, Joca.Agora resolví denunciá-los...rsrsr

beijão, querida.

Ery Roberto Corrêa disse...

O interessante é que a sociedade, em determinadas situações, entende que o bonzinho é um fraco e que o egoísta tem um caráter forte. Não é difícil encontrar casos onde esse "caráter forte", "decisivo", é confundido com espírito de liderança, erro que só se consagra de forma prática quando se descobre que é uma liderança negativa.

Penso que a política e o mundo corporativo são um tanto vulneráveis a esse tipo de engano.

Como foi bem ilustrado no texto, a origem está na educação errada da criança, pois são nos primeiros anos da vida que a personalidade é lapidada. Vejo aqui, Cris, a grande responsabilidade dos pais. Somos nós que entregamos ao mundo um novo homem.

Gosto do Gikovate. Muito mais de você, claro!
Beijo, bom final de semana.

CRIS disse...

Oi, Ery, queridíssissimo...

Vamos considerar assim , 50% nossa responsabilidade como pais em jogar "malas" no mundo. Há outros 50% a considerar: a natureza, o código estelar, karma, ou outros assemelhados, certo?

És correspondido, meu amigo, totalmente.

beijão procê.

Tânia Defensora disse...

Oi Cris!
Gosto muito do Flávio Gikovate.
Seus textos são sólidos e mexe com a "criança interior" de todos nós.
As meninas são moldadas a este padrão de boazinhas.
Quando vejo meu filho dizendo NÃO aos seus colegas, fico entre a cruz e a espada... digo a ele que ele tem que dividir ou fico quieta?
Optei por uma coisa: se for comida, sugiro, apenas sugiro, que ele divida, deixo a decisão para ele.
A melhor forma de educar é pelo exemplo e ele tem dois a seguir: o do pai e a da mãe. Um(a) é egoísta e outro(a) é bonzinho(a). Espero que ele encontre um equilíbrio nisso.
Beijão

Esquadros disse...

Cris, me amor, adoro cheiros no cangote adivinhou, este Gikovate eh terrivel ne?

Adoro psicologia, so assim pra entendermos nosso comportamento diante do que passamos na vida.

Ser bonzinho com diz aquela malfadada comunidade no orkut...so se fode (com perdao da palavra...hahahahahahahaha)

Acho que quando dizemos sim so pra agradar, nao perder a amizade, ou qualquer outra coisa, estamos dizendo nao a nos mesmos...Vc descreveu minha vida, e a de muitos, nao sou uma santa, mas tenho ficado amarga. de tanto pensar nos outros...

Temos que ter cuidado porque dizer nao a si mesmo, e ser bonzinho causa cancer, amargura, solidao...e tudo mais que descrevestes.

Depois so podemos ficar assim...
... ando tao a flor da pele que ate beijo de novela me faz chorar...

Cris vc eh demais em descrever sentimentos!!!!

Decidi por mim!!!
Meu novo blog, voltado ao meu emagrecimento! Da uma olhadinha qd tiver tempo ta...

www.decidipormim.wordpress.com

Paula Calixto disse...

Sim e Não são um dilema!

Porque a gente aprende desde cedo que O Bom é agradar. Mas nem sempre isso nos amadurece.

É.

Beijos de cá.

Thiago Forrest Gump disse...

Totalmente verídico!

Totalmente!

CRIS disse...

Oi, Tânia, minha linda...

Ele saberá encontrar o equilíbrio sim, tendo amor na base , tudo é mais fácil. (Mas também acreditamos em karma, certo???)

Beijão, querida, boa semana pra você.

CRIS disse...

Eu também estou decidindo , Priscila, também...(gerúndio ainda..humpft!!! rsrsr )

beijo queridíssima.

Te respondo mais à noite.

CRIS disse...

Paulinha...

O eterno dilema sim. O legal seria dizer sim ao sim pra nós, como bem colocou a Priscila. E não ao não.

beijo, linda, estou te linkando de novo, viu??? Procure-se.

Beijão.

CRIS disse...

Oi, Thiago...

Pena, não? Mas temos condições de virar essew jogo, ôh se temos...


beijão, lindo.

Cesar Oliveira disse...

Cris

Obrigado pela visita. Adorei seu tom de intimidade com os sentimentos.

Bom te ler.

Um abraço

Aninha Pontes disse...

Cris meu bem, cá estou.
Pois é, tinha lido o post, e hoje reli.
Uma análise perfeita para que todos nós façamos.
Me senti culpada, porque muitas vezes fiz isso com meus filhos. O maior, sempre tinha que ceder em favor do menor.
Horrivel essa expressão:"Você é o maior, não tem vergonha de fazer chorar seu irmão menor?"
Disse isso muitas vezes. Era uma obrigação do maior em relação ao outro.
Felizmente, creio que nada mais sério provoquei, mas seu texto me fez pensar, fiz um belo exame de consciência, e assumo, errei.
Fez parte do aprendizado de mãe, mas é ótimo, olharmos e enxergamos nossos erros.
Beijos linda. Uma ótima semana.

Yvonne disse...

Cris, como filha me vi nessa situação de não ter a minha liberdade de ser o que eu quero ser respeitada pela família.

No entanto, como mãe, me senti exercendo exatamente o mesmo papel que tanto me desagradou. Menos, é verdade, mas com a mesma autoridade que os pais pensam que têm sobre os filhos.

Confesso que seu post me deixou um tanto constrangida comigo mesma. Foi completamente diferente do que costumamos ler por ser instigante e por isso mesmo adorável.

Beijocas

Grace Olsson disse...

Cris,

o ser humano possui os dois lados dentro de si. O egoista e o generoso passeiam lado a lado e na hora em que se despuser colocar em prática.
Resta saber quando se colocar em prática um ou outro lado. Por que os dois juntos não dão grande resultado.
bjs e dias felizes.

Ricardo Rayol disse...

eu gosto de manga

jorginho da hora disse...

Cris, é preciso não ter medo de mandar esse tipo de pessoinha se fuder. CANALHAS QUE SE APROVEITAM DA BOA VONTADE ALHEIA NÃO MERECEM MENOS QUE ISSO.

uM ABRAÇO!

CRIS disse...

OI, Cesar,

Presença boa, a tua.Obrigada pelo retorno gentil.

Beijão.

CRIS disse...

Aninha...

Esse é apenas uma face das mil e uma que compõe nosso universo de sentimentos...claro que vc não provocou dano algum, tudo que é feito com amor não faz estrago, linda. A ausência dele sim.

Beijão, linda

CRIS disse...

Yvonne...

Puxa, constrangida fiquei eu diante do teu adorável, viu? Muito legal vc fazer parte dessa trupe de comentaristas, querida.

super beijo.

CRIS disse...

Grace...

Concordo, linda. Fora que os dois juntos é muito pirante. Temos que deixar aflorar um de cada vez..rsrsr

Beijo, linda.

CRIS disse...

Rayol...

rsrsr por favor, sem aprofundar , né??? . Gosto também do teu jeito light e diet, viu?

Beijão.

CRIS disse...

Eta Jorginho arretado que só ele. Queria ter você como amigo real também .

Beijo, garoto.

Bia Pontes disse...

Que bela 'coincidência'!
Ainda outro dia, conversava exatamente sobre como os pais encorajam os filhos a reproduzirem eles mesmos (os pais). Muito raro encontrar um pai, mãe, que encoraje seu filho a desafiar o que já existe, e a fazer diferente. Se nos colocarmos numa linha do tempo, nós que viemos depois de nossos pais devemos subir ao menos um degrau na escada da evolução, e estaremos ao menos um degrau atrás de nossos filhos. Isso é natural! É preciso! E aquela velha opinião formada sobre tudo, ainda segura as novas almas junto da barra das saias e calças daqueles que os criaram.
Bem, não deve ser nada fácil, reconheço. Mas não seria maravilhoso este novo mundo onde aqueles que chegam sejam orientados dentro de suas próprias casas a desafiar o que já existe???
beijos!

adelaide amorim disse...

Cris, tudo isso é verdade, é um princípio de vida e os psicoterapeutas e professores sabem disso como ninguém. Ou melhor: melhor que eles, só essas vítimas da bondade sem muita vontade, que sofrem na carne a situação (bem dolorosa) ;).
Beijo beijo.

acqua disse...

É impressionante como o lado bonzinho não é o melhor lado do ser humano, não é mesmo? Abraços meus

Dora disse...

Ai, Cris!!! Eu sou a primogênita, sabe? E, na infância, fui sempre estimulada a ser "boazinha" e ceder para as 3 irmãzinhas..rs
E me tornei boazinha, até virar a mesa, há alguns anos atrás. E exagerei...rs Porque virei "bruxinha". Agora, depois de terapias, talvez, tenha me equilibrado em ser, não "boazinha", mas, tolerante e compreensiva em situações do tipo: "é melhor ser feliz, do que ter razão"...rs
Beijos, querida amiga!
Dora

CRIS disse...

Acho lindo,sim, Bia. Meu filho é encorajado a fazer tudo novo ( e faz, efetivamente ). Minhas dores eu seguro. Ou peço ombro, rsrsr.

Beijão, querida

CRIS disse...

Adelaide..

Fiquei pensando aquí " Bondade sem muita vontade"...será que é sempre assim? Certamente que não... Há os genuinamente bons, os que têm alguns valores que os permitem exercer a tal bondade.Como amigos são ótimos, como amantes excelentes...rsrs

Beijão, querida.

CRIS disse...

Oi, Dora...

Eu, por karma ou azar sou filha única. Tenho filho único também, mas ele soube sair das raias do egoísmo - por natureza mais aprimorada e uma criação menos sufocada. Não tive a mesma sorte....rsrsr Vou te escrever em breve para "paralelarmos" nossas afinidades que percebemos através dos textos.

Beijão, querida.

CRIS disse...

Lunna...

Nem o lado mais bonito estéticamente..rsrsrsr Já reparou como os vilões dos filmes são mais atraentes?

beijão, linda

Aninha Pontes disse...

Vim trazer um carinho, meu bem.
Está tudo bem?
Beijinhos.

CRIS disse...

Aninha-meu-bem queridíssima...

Bem? A gente vai levando , entre o bem e o mal, sabe como? rsrsr Olha, carinho recebido, registrado , aceito e agarrado...

beijão, flor.