10 de agosto de 2009

Blogagem coletiva pilotada pelo Do


Poder, a prova maior.

Só agora caiu a ficha . Eu sofria por não alcançar a mente dos políticos , mesmo agora na maturidade , completados 18 anos de contínua observação e adquirido uma condição flexível no olhar . Por que só 18 anos? É só fazer as contas : 17 passei dormindo e meu primeiro voto foi aos 18( quando passei a olhar as pessoas do poder público) . Tirando essa minha forma absurda de driblar, digo, de contar a idade, sou uma adolescente curiosa na política.Que procura apreender e entender seus protagonistas.
Durante esse tempo curto , ví a dura prova do poder não fazer vencedor . Ao contrário, vejo perdedores abandonando o que eram boas intenções antes do voto . O antes e o depois dos comportamentos .Sempre para pior. Um caminho sem volta guiado pela vaidade . Muita vaidade. Talvez eu precise de mais tempo para descobrir - e contar para meus futuros netos - o que mais deseja um homem de 79 anos , após ter passado pelos maiores cargos representativos de uma nação . Um homem que ganha R$ 52.000,00 /mês e que insiste em não largar o osso do poder. A vida é uma escola . Se a trajetória desse homem for uma condição cármica, certamente ele "tomou pau" na disciplina evolução. Se for escolha , deve ter se equivocado. Um homem que recebeu a chancela de imortais (vivos) e que gosta de ser lembrado também como escritor, poderia dar exemplo melhor.
Não posso deixar de lembrar nesse episódio triste o nosso presidente estrategista: Num primeiro momento defende o homem . Depois , percebendo a opinião pública e o rumo que as coisas tomaram, lava as mãos ex calejadas ,no melhor estilo Pilatos.Não sem antes mandar seu exército proteger o aliado. Um Pilatos moderno.

Beijo grande, pessoal.

24 comentários:

Serena Flor disse...

Realmente e definitivamente eu também tenho muita dificuldade em entender porquê este distinto não desgruda do cargo...aff!
Teu post está show minha querida...adorei!
Um beijo bem grandão e uma semana bem tranquilinha minha querida!

Ery Roberto Correa disse...

Cris, querida, temos a mesma idade política e o tamanho da decepção também é igual. Estes senhores são a fina flor da prostituição política que tornou o Brasil uma grande "casa de toletência", onde o cafetão-mor chama-se Luiz Inácio Lula da Silva.

Aos poucos temos que jubilar as "putas". Em out/2010, só no Senado poderemos "aposentar" mais da metade. É a proposta que incorporo em meu post.

Beijão.

DO disse...

Infelizmente estes "homens" hagem todos da mesma forma,CRIS. Enquanto os outros servem,fazem mimos e muitos agrados. Quando o galo canta,aí é cada um por si. Foi assim que o nosso presidente Pinócchio agiu no caso do mensalão,por exemplo.

Muito obrigado pela sua participação na bloagem coletiva.

Beijos e uma otima semana!

Silvana Isabel disse...

Oi Cris
Adorei teu texto, muito bem escrito, com tempero, gostoso de ler!
Tenho esperanças que o brasileiro se torne, pouco a pouco, menos comodista e mais esperto. A gente tem que se mobilizar mesmo pra tentar ir mudando as coisas.
Beijão,

Sil
esquinadasil.blogspot.com

Silvana Isabel disse...

Quanto à questão que você colocou, sei lá...o poder inebria a maioria das pessoas, infelizmente, as tira do prumo. E o lamentável é que existe um montão de "Sarneys"não só no Brasil, mas pelo mundo afora...
Fico fula de raiva cada vez que vejo um coronelão desses se achando o dono do mundo, viu. Confesso que às vezes torço pra aparecer algo tipo um grupo que sequestre esse tipo de gente e não devolva mais...

Abraço,

Sil
esquinadasil.blogspot.com

Aninha Pontes disse...

Pagamento de dívidas.
Enquanto ele paga as dívidas dele com os "inimigos", nós vamos ficando cada dia mais f...
Mas o que importa o povo né?
Sr Sarney e todos os cumpinchas, deverão ser banidos de lá.
Cabe a cada um de nós.
Beijos meu bem.

Sheherazade disse...

Oi, Cris!
Seu post é bem reflexivo e diz muito do que muitos de nós sente a respeito dessa pilantragem homérica que está ocorrendo no Senado Federal. Parabéns!
Um abraço

Dora disse...

Cris! Você escreveu sobre o tema com sua forma personalíssima! Não entende a razão de o homem não largar o osso...E, eu também me admiro dessa "vontade de poder", que não cessa nem com todas as rugas e calvícies e ...sabe-se lá...o quê mais...rs
Beijos para você que é uma expert em textos interessantes!
Dora

Rosamaria disse...

Parabéns pelo texto, Cris, está ótimo!
Tb estou participando.
Bjim.

Bete disse...

É a vergonha de alguns amapaenses. Sim , a minoria, pq a maioria votou nele.
Eis a Democracia.
Querida Cris, seu blog está cada dia mais lindo e agradabílissimo.
Bjs

luluonthesky disse...

Esse highlander do Congresso, a coisa mais dificil é arrancar ele do poder.
Tb participo da campanha da blogagem coletiva promovida pelo DO.
É a primeira vez que conheço seu blog.
Sucesso e luz pra vc.
Big Beijos

Saramar disse...

Cris, não é difícil imaginar porque ele, assim como seus iguais não largam o osso. Eles se acostumaram a viver ás custas do trabalho alheio, eles enriqueceram assim, sugando o sangue alheio como enormes e nojentos parasitas e não sabem fazer outra coisa.
E, mais grave. eles se julgam donos do osso, digo, do país.
Concordo com você: esse indivíduo poderia, se sua biografia permitisse, ter sido um repositório de sabedoria e de exemplo para os políticos mais jovens. Entretanto, não passa de um mero parasita.

beijos

Adelino disse...

Cris, vi o comentário do Ery Roberto no post de hoje. Infelizmente não posso dizer que tenho a mesma idade de vocês, mas também não me julgo com o direito de lançar desesperança entre os "menos vividos". A verdade, porém, é que acompanho política desde criança (bota tempo nisso) e a coisa continua na mesma, ou seja, votos conscientes sendo anulados por votos exclusivamente por interesses pessoais. Por isso tudo acaba na mesma situação que hoje vemos no cenário político brasileiro, fruto de bolsas pra tudo quanto é lado...
Um abraço.

EDUARDO POISL disse...

De tudo ficaram três coisas...
A certeza de que estamos começando...
A certeza de que é preciso continuar...
A certeza de que podemos ser interrompidos
antes de terminar...
Façamos da interrupção um caminho novo...
Da queda, um passo de dança...
Do medo, uma escada...
Do sonho, uma ponte...
Da procura, um encontro!

Fernando Sabino

Hoje passei pra deixar um poema para refletir e desejar uma semana linda com muito amor e carinho.
Abraços.

Jens disse...

Oi Cris.
Política não é um assunto para damas elegantes, sensíveis e lúcidas como você. Deixe o assunto para brutamontes como eu. Assim, se você quiser, vou até Brasília e dou uma surra de relho trançado no prócer maranhense (aproveitando a ocasião posso distribuir alguns relhaços em outros doutores cujos malfeitos são convenientemente ocultos pela mídia). No Lula, não. O operário é o CARA, para alegria da choldra e lamento, choro e ranger de dentes dos doutos. Coisas da política: enquanto um chora, outro ri. Eu estou rindo, por enquanto. Mas também já chorei. Democracia é assim.
Um beijo.

jorginho da hora disse...

Cris, sabe por que o Gilberto Gil gosts tanto do poder? É que para muitas mulheres o poder é um otimo afrodisiaco. Isso, de certa forma é uma maneira de continuar atraente para o sexo oposto, mesmo na velhice. Acho que o gil quis experimentar um pouco desse sabor. Aliás, homens mulherengos gostam muito mais do poder que a maioria.

Luma disse...

Cris, um homem que passou pelos maiores cargos representativos de uma nação e que manchou uma biografia, né? Triste! Beijus,

Aninha Pontes disse...

Cris minha querida:
Que bom que a blusa ficou boa.
Ficou do jeito que vc queria?
Que vc tenha uma ótima semana, muito produtiva.
beijos meu bem.

Tânia Defensora disse...

Caramba!
Isso que é classe...
Eta mulher classuda...
Quando eu aprender ... daqui a 18 anos talvez, a olhar a política com outros olhos, quero ser que nem vc!
Disse tudo que Sarney precisava ouvir, sem ofender e sem baixar o nível.
Chique... chiquérrimaaaaaaaaaaaaaaaaa

Marcelo F. Carvalho disse...

No final, é exatamente isso, Cris. Pena para todos nós...
___________________
Abraço forte!

shark disse...

O filme portuga é a mesma merda, mudam apenas as moscas e o sotaque...

(olá, brasuca!)

dade amorim disse...

Um Pilatos moderno é ótimo.
Ninguém que não esteja envolvido na mamata dos distintos pode entender bem essa desfaçatez. É triste e mesquinho demais. Que pena, nossos homens públicos deveriam servir de exemplo ao povo que os elegeu.

Argh!!!

Beijo, querida.

T-Brasil disse...

O que você daria de presente para o Sarney?
A melhor resposta ganha uma camiseta “Sou Brasileiro e Não Desisto Nunca” da marca Argäna Concept.
Caso houver mais de 500 respostas, nós enviaremos para o próprio Sarney, uma camiseta igualzinha!
Acesse e saiba mais: http://www.t-brasil.net/sarney
Vamos nos mobilizar, e mostrar o que sentimos em relação a essa situação!

Celso Ramos disse...

Olá Cris!!!!
É realmente desalentador para qualquer um que ainda acalenta sonhos, ver a areia movediça de que é feita a vida política em nosso país. Não sei te dizer se a culpa é do Lula( como em uma espécie de ritual muito bem explicado por Freud em TOTEM E TABU onde uma tribo, após eleger seu chefe o mata). Na verdade herdamos vícios terríveis de nossa colonização. Acredito que o problema seja mais complexo...Nos agarramos ( aqueles que tem coragem) então, a Arte a Música a vida...pois ela continua pulsando apesar dessa política a muito disvirtuada!!!!!

Gostei daqui,vou voltar!!!!