29 de abril de 2009

Feedback :
no amor somos como os bichos ...





Um amigo me contava que quando seu gato faz algo de ruim ( xixi no meio da sala, por exemplo) ganha uma espirrada de água no focinho e quando faz algo de bom ganha uma bolachinha. Com isso ele consegue transmitir ao bicho quando ele faz as coisas certas e erradas. Ou pelo menos sinaliza o que ele prefere nessa convivência. Se nada fizer, o pobre animal continuará persistindo nos erros e , sem o saber, levando porrada por conta . É o tal do feedback...

Um presente da vida nesse fim de semana me autoriza a afirmar que não somos muito diferentes dos animais , sobretudo quando o assunto é amor .Lembro-me das inúmeras vêzes , com traseiro dolorido e precisando saber o motivo , que recebi as mais estapafúrdias justificativas ; da mesma forma, quando o pé era o meu em vez do traseiro, eu tinha atitude semelhante , talvez com mais delicadeza. O medo de magoar sempre magoou mais. A ambos. E assim, sempre dividindo responsabilidades, ora entrando com o pé , ora com o traseiro, passei a vida tentando o amor, sem saber onde estava o nó , se em mim, se nas escolhas que eu fazia ou ainda nas escolhas dos outros, que eu ( me )permitia . O eterno dilema sempre que o amor acontecia.
Há 5 anos atrás , conheci o único amor por semelhança de toda minha vida.Ele veio do outro lado do Atlântico , deixou marcas na alma e na pele ( esta ultima , por vontade própria ) , difíceis de se apagar , mesmo com o fim. A vida provaria que o encontro estava certo , apenas o momento que não. Um feedback naquela altura evitaria novas tentativas, então pelas diferenças . Faltou o feedback . Como do gatinho do meu amigo.

Uma conversa (in) esperada , desejada, plena de emoção ,de alma e coração abertos, aconteceu nesse final de semana , tendo como testemunha apenas a lua sobre o Atlântico .Tivemos nosso resgate tardio que nos fez recuar alguns anos . Anos de felicidade , agora sim percebemos.

Amigos...

Continuo espremendo meu tempo e em falta com muitos de vocês. Relevem, por favor . São justas as causas.

Beijo e cheiro .

56 comentários:

Edu e Mau disse...

Feedback na hora certa é uma das grandes artes a se conquistar! A gente sempre fala de mais ou de menos! Mas o resgate, ainda que tardio, é importante.

Beijo!

valter disse...

Cris,
com o tempo passamos a usar só o traseiro para o tal feedback. Aí é que mora o perigo. Acabamos por nos acostumar.
Beijo, menina

Jens disse...

Bacana, Cris.
A felicidade é bem-vinda em qualquer tempo. É claro que neste caso é possível que tenha um sabor acre, em razão da constatação tardia.Mas fica a experiência para não incorrer no mesmo equívoco de percepção no futuro (ou, melhor ainda, presente).
Um beijo bom.

Conceição Duarte disse...

Cris, querida, hahahaha vc é um baratinho! Imagina só eu dar bronca!!! Estava dizendo a ela, que é uma simpatia, como funcionam as coisas... Mas entre a gente, isso não existe, mas ao menso confessamos, como vc fêz lá e como faço aqui agora, mas não deixo de vir pra te dar um bjk....

Depois eu volto com calma, to enrolada, com amigo dodói... Bjussssssssss te gosto muito, CON

Dora disse...

Oi, Cris. Mas, se houve um (in)esperado encontro, já vislumbrei uma realimentação (traduzi assim feedback...rs)tardia, sim, mas sempre oportuna, porque a vida é longa para quem espera...com confiança.
Boa-sorte. Bonne chance.
Eu envio mil beijos e os fluidos positivos, energéticos, etc...
Dora

Georgia disse...

Cris, o importante é que chegou e embora se pense no tempo perdido, regate-o agora.

Bjus

adelaide amorim disse...

Típico caso de encontros e desencontros, Cris. Às vezes reencontros dos bons. Beijo e tudo de bom pra você, querida.

Esquadros disse...

Etâ cheirinho gostoso Cris, aqui em nosso cangote...eu tava morrendo de saudades de vir te ler...ando tão ausente no presente momento...hehehehehehehe...mas vc sabe que nosso amor não termina na sua falta de tempo...o que nos une é este seu jeito de contar estorias e historias, com cara de conto de fadas, não se sabe se é realidade ou verdade...mas nos cala fundo na alma...que que musica com sotaque portugues mais linda adorei...

Lembre se de mim com saudade ta minha linda?

Pri

Aninha Pontes disse...

Cris munha linda, qualquer coisa mal resolvida, dorme com a gente.
Fica ali, as vezes em dormência, as vezes em ebulição. Mas fica.
Tomara que esse feedback seja para reinar a paz, entre risos e alegrias, ou apenas a paz.
Um beijo meu bem.

sandra camurça disse...

Coisa bonita, mulher!
Olha só, se vc tá em falta com a gente, imagina eu...
Beijos

DO disse...

Humm,gostei desta história do outro lado do Atlantico. Ah,o amor...

Beijos,CRIS!!

Jonice disse...

:))

Beijo, querida!

Cris disse...

Edu e Mau :

Você acertou, lindo , arte a se conquistar.Como tudo no amor e na vida.

beijos e abunde-se no feriadão!!!

Cris disse...

Valter , meu lindo,

Tudo é uma "questã" de perspectiva. Às vêzes nos deixam dar o pé porque assim fica mais fácil... Acostumar o bundão dolorido jamais!rsrsr

Beijo, meu rapaz

Cris disse...

Oi, Jens, dono do "manual"...

Por mais acre que seja o gosto do reconhecimento tardio, é mais doce que o amargo da dúvida, não???

beijos, meu rapaz.

Cris disse...

Con,

A gente se entende, não é messss???

beijo, minha lindíssima.

(cadê a Aidinha?)

Cris disse...

Oi, Doralinda,

Estou aquí captando esses fluidos energéticos e poderosos, tá bom? Não erre de endereço, por favor...

beijão.

Aninha Pontes disse...

Cris, deixei um presentinho lá prá você.
Fique à vontade para aceitar ou não.
Um beijo e um lindo final de semana.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

O mar me ultrapassa.
Mas ondas haverão de contar
Aos ouvidos que lá pousarem
Que um dia sonhei no mar.

O céu não vai se importar
Quando eu monge de meu hábito partir.
Mas estrelas enquanto restarem
Hão de lembrar
Que um dia me puseram feliz.

A terra , é fato, há de me subtrair.
Mas a árvore que me deitou raiz
E as cores
Que em meu tempo colhi
Estas eu levo comigo
Ninguém há de tirá-las de mim.

Fernando Campanella

Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho
Abraços Eduardo Poisl

Grace Olsson disse...

Cris, eu vivo uma história que foi feita de enconros e desencontros. E do outro lado do Atlântico.Eu sou daquele tipo de pessoa que invisto no que quero. Mas, concordo contigo que muitas vezes as marcas na pele sao mais evidentes do que...n alma...
OLha, desejo-te um feriado de paz.bjs e dias felzies

Cris disse...

Oi, Georgia,

A conversa foi já um tremendo resgate.

beijão, linda.

Cris disse...

Adelaide,

Com seus votos a favor , quem poderá ser contra? rsrs Beijo dos grandes , minha querida amiga.

Cris disse...

Oi, Pri, querida,

Fico super feliz quando você aparece.A música é portuguesa, com certeza.
Você fica em dúvida se as histórias contadas aquí são verdades ou não? Uma dica:Não sou escritora, apenas reporto o que me vai na alma...entendeu, lindinha???

Beijão pra você.

Cris disse...

Aninha, querida,

De tantos assuntos que abrimos na vida , muitos ficam sem conclusão, sem um fechamento.Não foi o caso deste . Fiquei muito em paz, sim.

Olha, vou trazer o selinho . Não acho ruim, não, adoro carinho, só não repasso, está bem?

Obrigada, linda. Beijão.

Marcelo F. Carvalho disse...

É verdade. A gente precisa de feedback... Tem momentos que, se tivéssemos aquela voz no ouvido para nos guiar... Mas a gente seria " a gente" sem os erros cometidos?
Abraço forte!

Cris disse...

Sandra,

Não sei se acontece o mesmocom você, mas sinto-me realmente mal ,
dando mancada com o pessoal quando não os visito da forma como eu gostaria.
Obrigada pela força e compreensão

Beijão, garota.

Cris disse...

Oi, Do!

És um romântico inveterado, então???qualquer dia desses te conto mais...por email...rsrsr

Beijão, lindo.

Cris disse...

joca:

beijo recebido, agarrado e depositado no coração!

Outros, linda.

Cris disse...

Eduardo,

Adoro quando enfeitas esre meu sítio com poesia.

beijo, querido.

Cris disse...

Oi, Grace,

Torço muito por você, linda. Sempre!

Grande beijo e muita sorte.

Cris disse...

Marcelo,

Entendí bem o que você quis dizer.Acho que se tivéssemos mais feddback erraríamos menos, sem deixar de ser a gente mesmo.

beijos.

Márcia(clarinha) disse...

No caso de vocês [felizmente] a maturidade não permitiu que a bunda fosse mais maltratada, a conversa resolveu.
Parece que acostumamos nessa lida e estranhamos se não nos metem o pé :(
O tal feedback, já!

lindo dia flor
beijos

Cris disse...

Oi, Marcinha,

Verdade,linda, o costume é brabo, até que a gente acorda com a ajuda de outras pessoas...rsrsr

Beijo luz clarinha...

Serena Flor disse...

Passando por aqui pra deixar um largo sorriso e um beijo bem grandão pra ti viu!

Aninha Pontes disse...

Cris minha linda, vim só te trazer um beijo, te parabenizar e desejar que você tenha um feliz dia das mães.
Que o seu dia seja de muita alegria.
Beije muito sua mãezinha, porque ainda pode fazer isso. Dê um beijo nela por mim.
E um muito especial prá você.

adelaide amorim disse...

Deixando um beijo! Feliz Dia das Mães, menina.

Dora disse...

Um beijo, um abraço, para a mãe- Cris e para a mãe da Cris!!
Felicidade hoje e todos os dias.
Dora

Márcia(clarinha) disse...

Oi flor,
vindo deixar carinho esse domingo das mães, feliz seja.

beijos de loviú

Claudia Pit disse...

Amiga querida,
Muitas vezes nos tornamos mães, mesmo não tendo gerado um ser em nosso ventre.... Não importa como e nem de quem, o que conta é o sentimento que trazemos em nossos corações!

Um domingo cheio de momentos bons e muita alegria,
Feliz dia das Mães!!!

bjos

DO disse...

Tudo bem por ai,CRIS??

Beijos!

Cláudia Pit disse...

Hum, se entendi bem, esse "Feedback" te deixou mais feliz... Fico feliz em saber que houve uma (re)aproximação valiosa.
Nunca é tarde para o AMOR!!!

bjos
boa Sorte!

Georgia disse...

Estamos indo passar 10 anos numa ilha deserta, explico tudo no blog...

Abracos

Tânia Defensora disse...

Ai que saudades de ti e dos teus textos guria.
É sempre assim: ou se entra com o pé ou com o traseiro...
Um abraço enorme!
Bom fim de semana.

Rico B. disse...

Cris, tenho visitado o blog de amigos e constatado que o amor ronda o clima da área. Me sinto desacompanhado hoje, meio frustrado, meio sem a luz do tunel... parece que o brilho ofuscou. Bacana seu texto. Quero acreditar que a felicidade ainda paira ai. Beijos.

Cris disse...

Serena, Flor querida...

Tô (quase)voltando, linda.Que família linda a tua,hein?

Beijo, querida Flor perfumada!.

Cris disse...

Aninha,

Está tudo bem, viu? Sei que você se preocupa e adoro esse carinho. Logo mais haverá um texto novo. Descule o sumiço, tá bom?

Beijo, querida.

Bia Pontes disse...

Minha querida Cris,
Que presente gostoso este texto. Me emocionou muito. Bastante oportuno para mim, em vários sentidos. Daqui,torço para que esta felicidade fique, mesmo.

Estou com blog novo, o endereço é quase igual mas é diferente rs. O Mirada continua no ar, mas devo ficar mais neste por enquanto.
Será bem-vinda quando quiser: Closet (http://bbiapontes.blogspot.com )
beijos,
Bia

Cadinho RoCo disse...

É sempre interessante percebermos maneiras de estabelecer comunicação capaz de dar aos animais entendimento do que queremos passar. E o mesmo acontece com o convívio humano.
Cadinho RoCo

Janaina Amado disse...

Bom, se a ausência é por amor/rememoração do amor, então compreendo... Também estive longe do blog, estou voltando agora. Volte mais, volte logo e com o amor.

Cris disse...

Adelaide Newman Amorim:

O dia das mães foi ótimo, agora também acumulando o cargo de sogra...

Beijus.

Cris disse...

Dora, Marcinha- Luz e Claudinha:

Obrigada pelo carinho nos dias das mães .Acho ótimo,mimos, beijos, dengos . Podia ter dois dias das mães / ano.

beijos, garotas.

Cris disse...

Oi, Do ...

Já te disse que és meu mais recente fofo?

Beijo, querido.

Cris disse...

gorgia,

Ví lá você e tua turma indo embora pra ilha do Eduardo. Se me quiserem, vou na bagagem, rsrsr

beijo

Cris disse...

Tânia,

Nunca ví duas sumidas como nós duas. Quando poderemos parar e botar os assuntos em dia?

Beijo, Doutora.

Cris disse...

Rico,

Não fale muito alto dessa tristezinha carentinha que perigas formar uma fila de pretendentes no teu blog, tá bom???

A sério, agora: somos o que escolhemos, lindo. Conscientemente ou não, mas escolhemos.

Beijos, grande querido.

Cris disse...

Bia, minha sempre querida,

Vou lá logo logo.

beijão.