15 de junho de 2008

Essa sopa tem letrinhas?



Não sou mais a mesma.O cabelo avermelhou,a roupa desapertou ,o estilo mudou, a neura abrandou,a net se afastou, o sorriso voltou .(In)definitivamente.

O fim de semana com os alunos ,da arquitetura e do design de interiores, para visitar a Casa Cor 2008 foi excelente , tirando a dor lombar e o cansaço que gera um ligeiro mau humor . Na ida - 6 horas de estrada - muita conversa pseudo-filosófica-de -botequim entre gerações tão diferentes : uma moçada séria e a madurada irreverente(não deveria ser o contrário? ).

Por pouco não presenciamos o movimento dos pelados de bicicleta na Avenida Paulista .Parece que foi o tempo de sairmos do Masp, pelo que ví nos jornais . Todos lamentamos .Professores queriam ver as gostosas e os jovens queriam aprender na prática forma , função e ergonomia.Sutil diferença sempre.

Algumas pérolas da sessão besteirol :

§§ Jamelão se foi. Artistas choravam emocionados no velório do cantor até a chegada
do Zeca pagodinho , que já sugere um brinde . É um tarado por trabalho.

§§ Chata é aquela pessoa que tenta convencer o mundo sobre aquilo que ela não tem certeza.Como alguns professores.

§§ Perua e/ou galinha : Bípede de respeito que nutre mágoa por Bety Freedam , depois dela, a evolução feminina transformou-as em homônimos -homógrafos das moças com escassa categoria ou excessiva generosidade.

§§ Sacana : não precisa ser poeta , é aquele que finge muito mal sentir a dor que jamais sente.

§§ Relatividade comprovada : uma hora virtual equivale a duas reais. Tente e aumente o teu dia.

§§ Fãs de carteirinha : Narciso acha feio o que não é Caetano.

§§ Água mole em pedra dura tanto bate até que desiste ou leva porrada.

§§ Feliz é a mulher do sací: Quando leva um pé na bunda quem cai é ele!!!

__________________________________________________________________________________

Boa semana pessoas.
Perdoem a falta de espaço, de abraço, de tempo..Os dias estão assim.
Durante a semana , nos intervalos da guerra pela sobrevivência, visito cada um de vocês.

beijos.

20 comentários:

silvioafonso disse...

Adoraria retribuir a sua visita, mas na chegada você me viu meio roto remendado e deve imaginar que eu sou assim no dia-a-dia. E o pior é que eu sou... Sou um pouco eremita meio vagabundo metido a cafajeste, mas que no fundo da alma eu mantenho vivo um sonho. O desejo de ser bom. Bom como ser humano, como amigo e criatura. Mas enquanto eu não me deito para dormir, vou vivendo neste barraco de cultura e sabedoria enquanto Deus me sustentar vido. Quanto a visitá-la, eu preciso melhorar muito para ter coragem...

http://prosaeverso.nafoto.net

silvioafonso disse...

Adoraria retribuir a sua visita, mas na chegada você me viu meio roto remendado e deve imaginar que eu sou assim no dia-a-dia. E o pior é que eu sou... Sou um pouco eremita meio vagabundo metido a cafajeste, mas que no fundo da alma eu mantenho vivo um sonho. O desejo de ser bom. Bom como ser humano, como amigo e criatura. Mas enquanto eu não me deito para dormir, vou vivendo neste barraco de cultura e sabedoria enquanto Deus me sustentar vivo. Quanto a visitá-la, eu preciso melhorar muito para ter coragem...

http://prosaeverso.nafoto.net

Edu disse...

E eu nem sabia de Casa Cor, de pelados nem de você por aqui! ô, dó. Fica pra próxima. Menos os pelados, que nesse friozinho não devem causar uma impressão muito forte não... :-)

Beijo!

Cris disse...

Silvio:

A intenção de ser uma boa criatura também tenho, e faço o possível para, é que nem sempre consigo . Já me acostumei com a idéia.

Boa dia pra tí.

Cris disse...

verdade, Dú.. Sobretudo OS pelados , que ficam sujeitos a aparições mais ou menos impactantes dependendo da temperatura.
Esquecí de avisar isso aos alunos.
Viu só a mudança no link??

beijos duplos.

adelaide amorim disse...

Adorei a foto, irradiando simpatia. E as pérolas, que delícia! Bom fim de semana.

E sabe que você tem razão? Vou pensar no assunto tempo virtual X tempo real.

Ricardo Rayol disse...

uma ótima semana pra vc.

Cris disse...

Adelaide:

pode tentar, o tempo real dobra!!! rsrsrsr. Gosto muito da tua presença entre a gente , viu?

beijo.

Cris disse...

Mr. Rayol:

Pra você também, lindo.E o frio em Floripa?

Jens disse...

Oi Cris.
Felicidade e alto astral por aqui. Isto é bom. Muito bom.
Um beijo.

CAntonio disse...

Os aplausos qe você ouviu, certamente foram os meus.

Da próxima visita ao blog, vou colocar, em sua homenagem o Alice Cooper.

Quanto aos pelados, você perdeu a melhor parte quando a PM apelicou o gas pimenta: o único peladão está ardendo até agora, e não é caso oftalmológico não.


GrandAbraço.

Regina Ramão disse...

Que delícia de energia! De tudo adorei a da mulher do Saci...heheheh

Beijos

Re

jorginho da hora disse...

Ah, cris, vc tá cada vez melhor. seu humor é sutil e um tanto refinado. A afirmação de que vc é uma mulher irresistivel continua de pé. Falando em humor, adorei a irônia com o Zeca pagodinho. numca vi daquilo. O cara não descansa nem em velório. Impressionante!
Olha, cris, gostaria que vc visitasse o site dum amigo prá dar uma força: www.olobo.net Tenho certeza que vc vai gostar.

Beijos. gosto muito de vosmicê.

Anônimo disse...

Jens...

o mesmo pra tí..outro beijo.

Cris disse...

C Antonio..rsrsr então tá, vou aguardar a tia Alice ( acho que já era tia naquele tempo, não? ).
Pobre pelado...nem vou tecer mais comentários , sou uma moça pretensamente séria.

beijão, CAntonio.

Cris disse...

Jorginho..

És um fofo de carinhoso , e como estou muito pouco na net, vou idealizar que as massagens ao ego sejam só para mim, ok?
Depois vejo lá seu amigo. Fim de semana é melhor..

Beijão, querido.

Cris disse...

Oi, Jens...
não sei a razão , mas minha resposta saiu como anonimo..ultimamente anda acontecendo cada coisa... de outro mundo!!!!!bú!

Jens disse...

Tá bom, Cris, tá perdoada. Outro bú!

Tânia Defensora disse...

Oi Cris!
A Casa Cor aqui no Mato Grosso vai até dia 09.07.
Ainda não visitei, mas é um evento imperdível.
Beijos

Cris disse...

É sim,Tânia, é legal observar as tendências, as misturas, os materiais, as cores. Depois, é traduzir pra nossa realidade.

beijão, querida.