7 de abril de 2008

Zerando o placar


Sou da geração que as fantasias de criança foram influenciadas pelo romantismo das novelas do rádio e os sonhos da adolescência pelas imagens da tv. Na maturidade, me permitindo sonhar sonhos de mulher-menina , capitulei diante da sedução virtual - por vontade e distração.



Quatro anos de blogosfera ( não achou nada melhor pra fazer, diria nosso Walter Carrilho ).Não preciso discorrer sobre exposições ou sensações as quais ficamos sujeitos nesse meio. Estou falando para blogueiros. Nesses últimos tempos mergulhei fundo e de uma só vez para dentro do meu grande poço emocional - velho conhecido mas ainda por desbravar . Misturei-me , juntamente com os velhos conceitos e valores , com o que lia, sentia e vivenciava na net , num momento de vida particularmente impróprio , pautado pela transição e por um desequilíbrio entre muitas perdas e poucos ganhos .
Aproveitei o movimento de estar na chuva para me molhar de uma vez e resgatar algumas velhas pendências neuro-afetivas .
O encontro com a Cris não podia mais ser adiado e talvez não acontecesse em hora melhor.



A boa notícia é que passada a dor dos primeiros enfrentamentos íntimos , o restante foi "saindo no caldo" e a escalada do poço tornou-se , apesar de dura, libertadora , trazia em seu bojo muita leveza e algumas certezas .
Inexistem fórmulas genéricas a serem aplicadas coletiva e indiscriminadamente quando o assunto é sentir. Sei também que se a "roda pegar" em algum instante da estrada,seja nos afetos , na família ou no trabalho, transformando em angústia o que deveria ser prazer , o caminho saudável de cura e consequente paz deve ser trilhado a passos firmes e solitários e a dita cura garimpada na própria essência , celebrada genuinamente no amor e no perdão a nós mesmos ,antes que aos outros. O resto é bijuteria.



Com o devido tempo farei das minhas epopéias e descobertas pessoais arte ( cômica ) para partilhar com quem chegar.Espero me divertir . Uma catarse emocional .
A lista com os primeiros links aos blogs que de alguma forma mexeram comigo está aí ao lado na coluna "Encontrei na net".Seus donos foram devidamente convidados para uma visita . A lista deverá continuar.



Desejo manter aquí uma turma de visitantes e comentaristas "da pá virada" .Gente de personalidade , cabeças voltadas para o prazer da reflexão inteligente acerca dos sentimentos (des)humanos - meu assunto preferido.Meninos : vamos discutir relação sim, dá tempo pra correr!!!
Espero que a interação entre os visitantes transforme-se no carro-chefe deste espaço,mais atraente até que os próprios textos .Por que não?



Procurem-se e identifiquem-se.Dei-lhes referências peculiares para registrar como cada um de vocês está em mim.



Aceito reclamações.



Beijos do tamanho de uma saudade .

32 comentários:

Lola disse...

Oi, Cris,
Estava "on" quando você enviou a mensagem e corri aqui...
Voltarei sempre para "ler a nova Cris"... Sorte!!!
Se quiser, envie-me um e-mail para que eu mande meu MSN.
Beijo...

Disposição! :)

Lola disse...

PS: Falando da "referência" que você me deu, gostei muito...Só pintou a dúvida, foi ao blog ou a pessoa? Porque o blog eu chamaria de "necessidade" :).

Adorei!!!
Beijosssssssss.

Regina Ramão disse...

Oi, amiga!

Quanta saudade de te ler.

Com muitas nuances suas me identifico, com outras, confesso, sinto inveja, e algumas pouqu�ssimas discordo.

Quando li sobre primeiro perdoar a si mesmo, lembrei do que repito todos os dias antes de me sentir culpada de algo. E n�o s�o poucas as vezes em que preciso perdoar a mim mesma antes de conseguir encarar o outro.

A m�sica da C�ssia � linda, minha filha mais nova adora, sinto falta dela tocando no viol�o e enchendo as minhas tardes de sonoridade. Mas o tempo � inexor�vel, s� precisamos nos adapatar e readaptar quantas vezes sejam necess�rias, mesmo sofrendo as dores da dist�ncia das pessoas que mais amamos.

Hoje cortei o cabelo, bem curto, ando numa fase camaleoa. Primeiro mudei o visual do Neur�tika, depois mudei o meu pr�prio, aos poucos vou me metamoforseando, me readaptando e sobrevivendo.

Gostei de mais do "lealdade", e sem mod�stia concordo, sinto-me e procuro viver tendo entre os valores que norteiam minha exist�ncia o da lealdade. Posso me recolher, posso me angustiar, posso discordar, e at� ficar irada, mas tento ser leal sempre.

Adorei o novo blog, 'chiq no �rtimo' a imagem da autora e com a assinatura mais �ntima como marca forte, firme, segura, sem deixar de ser feminina e sens�vel: CRIS, e precisa mais?

Sucesso sempre!
Beijos

Re

ery roberto disse...

Olá Cris! Esta simbologia de "reencontro contigo mesma" é bastante forte no texto, mas à medida que a gente vai mergulhando no conteúdo percebe que tu passas uma invejável sensação de leveza na necessidade sentida de "zerar o placar". Estabelecer um ponto de "re-partida" nesta caminhada é sempre uma atitude que decorre de diversos fatores. Os teus estão bem claros e acredito que estejas te sentindo muito bem. Isto é o mais importante e transmite novas energias.

Parabéns pelo novo blog. Gosto destas cores.

Quanto à qualidade a mim atribuída na identificação do link fico feliz. Acredito cada vez mais que somos aquilo que escrevemos. As nossas linhas são nossos retratos.

Beijo grande e conte comigo para ajudar a alcançar o grande objetivo que traçaste para o blog.

loba disse...

Cris, começo te parabenizando pelo texto. Além de belo, mostra uma maturidade invejável. Renascer é preciso. Sempre. E que bom que vc renasce zerando as perdas e ganhos. Nada na vida é estático, nada é descartável, nada é inútil. Todas as nossas vivências podem e devem transformar-se em trampolins para novos passos e, por que não, para novos vôos.
Agradeço o convite e, em especial, por fazer parte desta lista. Aliás, interessante a denominação. rs... Depois vc me conta disso, tá? rs...
Seja re-bem vinda! Um grande beijo.

sandra camurça disse...

É isso aí, mulher: força, habilidade e bola pra frente.
Grata pela visita, voltarei, viu?
um abraço.

Jonice disse...

Este é o zero mais lindo que tenho o privilégio de partilhar. Aqui está uma leveza que borrifa direto no coração e deixa um perfume suave. Obrigada, amiga querida. Amiga de sempre. "Eita" palavra gostosa quando colocada assim pertinho da palavra amiga!

Beijo! Abraço apertado!

:)

Jonice disse...

Amei a imagem da capa!!


:))

Cacá BH disse...

Oi linda!!! Que texto maravilhoso... Pode deixar, que de minha parte vou tentar sempre caprichar nos comentários, até porque vc merece, por nos trazer textos tão peculiares sempre...
Nossa, eu sou a Juventude que vc encontrou!! Quanta honra... Vc tinha que ver minha carinha de felicidade aqui ao ver isso... Obrigada!!!!!
beijos!!!!

Cris disse...

Oi, Lola...

Pode mandar o msn para urbe@flash.tv.br , ok?
Apesar do blog espelhar o autor ( mesmo quando há personagens na jogada) , a referência é mesmo pessoal, na maioria dos casos.
Admiro mesmo tua disposição em ajudar. Dá trabalho mobilizar pessoas em torno daquilo que acreditamos. E vc faz isso muito bem.
beijo bem disposto pra tí.

Cris disse...

Re...
Não concordo com o "camaleoa" da fase. Acho sim que o que está acontecendo são movimentos chamados VIDA , que estavam aí dentro meio sonolentos e resolveram dar uma boa espreguiçada...sabe aquela quando a gente se estica toda antes de iniciar uma nova empreitada? (nova messsmo!) .
Vc tornou-se fundamental aquí na "minha" rêde, viu?

Beijo, querida.

Cris disse...

Ery..

A energia está transparecendo porque efetivamente ela está aquí..E como é bom estar entre vocês novamente.Put´s!!!
Daremos boas risadas, meu amigo. Tragi-comédias é que não faltam no meu repertório!.
Um abração ( com muita seriedade )

Cris disse...

Loba..
Obrigada por aceitar o convite . Te explico lá no teu sítio o que vc não entendeu, ok? .
Se eu tivesse teu talento literário talvez não precisasse expurgar sazonalmente meus demônios de outras formas menos nobres..rsrsrs .

Beijão.

Cris disse...

Sandra..

O convite é mesmo para voltares .
A força tá voltando, a habilidade sendo domesticada e a bola,bem... não posso garantir que está exatamente pra frente ..leva algum tempo para recuperar alguns gols contras. rsrsr

Bj

Cris disse...

Joca...

Esse não é mesmo um zero à esquerda, pois não? rsrsr.
Olha,apesar de acreditar que combinamos virmos juntas para essa vida bandida e explorarmos até o talo essa amizade rara ( pena que Curitiba está tão loooongeeee ) , agradeço tua imensa sabedoria e paciência em épocas de "surtus amorosus", ok, linda?

Beijão.

Cris disse...

Cacá...
Você é a representação da juventude aquí sim, da sadia... que pensa, sofre, grita, bota a boca no trombone quando pisam no pé , e sobretudo sonha.
Te gosto muito, garota.

bj

Lola disse...

Pior que dá trabalho mesmo Cris, mas, nem é só no que acredito, neste caso, é do que necessitamos, está virando questão de sobrevivência, não dá para ficar parada!!!
Te adicionei no MSN, se você achar alguma estrela cadente aí, sou eu ! :)
Beijos, linda!

Antonio ... disse...

Cris,
Vim te visitar por aqui. Pareceu-me interessante a proposta: é uma mistura de tamborete de boteco com um divã de psicanalista (e qual é qual?!?). Um pouco daquilo que gosto também, sempre de maneira despretensiosa.

Vi que é muito querida pelos outros blogueiros -- já é um super sinal de qualidade (ninguém gosta de ler coisa chata rsrs).

Já notei que visitarei com freqüência.

Abraços e boa sorte!!

Antonio ...

Cris disse...

Qual é qual ou quem é qual, Antonio? Eis a questão. Sei lá, descobriremos no caminho. Posso te assegurar que quando prometo tratar aquí de sentimentos , eles serão genéricos e humanos - para homens e mulheres refletirem .Nada de parcialidade ,senão vira blog de mulherzinha,mal resolvida, certo?
Te espero na próxima.

Obrigada pela presença.

Helô Zanella disse...

Adorei o Texto...
sempre vou dar uma espiadinha , ok honey!!!
bacci
Helô

Anônimo disse...

Ok, Clô...Dá uma espiadinha e tenta aprender com as "feras" daquí..rsrsr. Outros baccis(?)

Claudia Pit disse...

Cris, que bom tê-la novamente nesse mundo!!

A vida é feita de fases e precisamos ser fortes para enfrentá-las pois, nem sempre a "delicadeza" está presente nos momentos que mais precisamos...
O importante é podemos utilizar esse nosso convívio "virtual" para nos ajudar a crescer!
Conte sempre comigo,

bjs
Cláudia

shark disse...

Discutir relação?
Muito bem. Diz lá, brasuca, por onde queres começar?
:-)

Cris disse...

claudinha...

Obrigada por estar por perto. Apesar da "delicadeza" que te atribuí , sei que as aparências geralmente SE enganam... És uma mulher forte e brigadora .
beijão.

Cris

Cris disse...

Ai, ai, Shark.. Algo me diz que eu devia pensar melhor antes de te fazer um convite desses...

beijão de cá.

Lino disse...

Toda renovação, toda mudança implica sofrimento. Mas é assim que a gente evolui e aprende, centrando-se.
O que a "nova Cris" promete é bem vindo.

R.C disse...

Ja esta linkada em casa ;-)

bjx

RF

Paula Calixto disse...

Descoberta de Vida! O que é Mundo e o que é essa relação de "casamento" dessas duas "coisas". Descobriu muito, inclusive, que ainda precisa desvelar bastante, porque Vi-Ver é isso enquanto isso for.

O adjetivo "força" me surpeendeu. Agradeço e aceito, mas há uma recíproca porque vejo isso em você (sempre vi). "O mundo é um espelho". É. (((:

"O resto é bijuteria." Acessório indispensável, mas... Futilidade tem que ter o valor de futilidade. [risos] Só acréscimo e isso não é pecado: ver o devido valor importante na "esmeralda" como no "strass" - cada um na sua.

Beijos raros e abundantes.
Bem vinda de volta sempre que assim o for!!! (((: LINDEZA! (;

Cris disse...

Ah! Paulinha...

Gosto imensamente de vc , só tenho isso pra dizer agora.

Bom fim de semana, querida.

Bj

jorginho da hora disse...

Ufa! vc está no ponto. A maior fraqueza das pessos no Brasil é ter medo de conflitos. Você resolveu arregaçar as mangas. Parabens. Ninguem melhor do que eu entende o que é estar no fundo do posso; Mas sempre arregaço as mangas e saio dele cada vez mais forte e poderoso.

Mais um abraço.

jorginho da hora disse...

DESCULPE, acabei escrevendo "poço" com ss ao envez de ç-cidilha. Foi um ato-falho.

Cris disse...

Cheia de ataduras , esparadrapos, "bandeidis", faixas e metiolates agradeço os parabéns pelo meu arregaçar de mangas, Jorginho!

Bj